É NORMAL A MASTURBAÇÃO?

 

No passado, disseram-se muitas coisas negativas e completamente falsas sobre a masturbação. Na realidade, a masturbação é normal, podendo ser vista como tendo duas funções. Por um lado, permite que as nossas necessidades sexuais sejam libertadas (mesmo quando sós), por outro, permite-nos um maior conhecimento do nosso corpo.

A masturbação é formada por um conjunto de actividade auto-eróticas, ou seja, acções (como a estimulação do pénis no homem e do clítoris na mulher), pensamentos sexualmente excitantes, muitos dos quais incluem afectos e emoções agradáveis, que no seu conjunto levam a modificações fisiológicas (no nosso corpo) que nos podem levar até ao orgasmo (o máximo de prazer).

Num estudo feito com jovens americanos de 15 anos, verificou-se que perto de 70% dos rapazes (mais ou menos dois terços) e 45% das raparigas (quase metade) se masturbavam. Como vemos, nem todos temos que sentir a necessidade da masturbação, mesmo sendo ela normal.

Em outro estudo, feito com alunos universitários portugueses, pediu-se para dizerem o número de vezes que se masturbaram durante o último mês:

 

Masturbação por mês

Homens

Mulheres

mais de 10

13.5%

1.0%

6 a 10

9.4%

0%

3 a 5

17.7%

5.8%

1 a 2

33.4%

20.4%

nenhuma

26.0%

72.8%

Como vemos neste outro estudo, as pessoas são muito diferentes, umas têm muita vontade e necessidade de se masturbar, enquanto outras sentem pouca ou nenhuma vontade de o fazer.

Além das diferenças que existem de umas pessoas para as outras, também existem mudanças na vida de cada um de nós. Por exemplo, nas alturas em que nos sentimos mais cansados ou com maior pressão (testes ou exames da escola, problemas com familiares ou amigos, etc.), as nossas necessidades em relação à masturbação podem mudar, em muitos casos diminuindo ou mesmo desaparecendo.

Assim, a masturbação é uma actividade normal, que muda muito de pessoa para pessoa, e conforme o período da vida que se atravessa. Necessita de uma excitação sexual, e a forma de a conseguir é muito semelhante no homem e na mulher. Assim como são muito parecidas as necessidades que levam à masturbação.

In www.sexualidades.info